Crie_btn
Financie_btn
Leia_btn
Btnfeedback
Project_thumb_small_imagem_representativa_-ate_la_abaixo-3_low

Até Lá Abaixo

Uma proposta de Exploração por Tiago

Faça login para visualizar este artigo.

 
Loading
 
Loading
 
Loading
Loading

Até Lá Abaixo é um documentário sobre outro lado do mundial de futebol em África.
A rodagem decorreu em 2010 durante uma viagem de jipe de Lisboa até à África do Sul a caminho do Campeonato do Mundo de futebol, com passagem por 21 países africanos: Marrocos, Mauritânia, Senegal, Gâmbia, Guiné-Bissau, Mali, Burkina Faso, Costa do Marfim, Gana, Togo, Benim, Nigéria, Camarões, Congo-Brazaville, República Democrática do Congo, Angola, Namíbia, Zâmbia, Zimbabué, Moçambique e África do Sul.
Em cada um desses países, os jornalistas focaram um tema em que o futebol interagia com a sociedade e desenvolviam-no tanto para imprensa como para o documentário. O resultado foi uma recolha de 200 horas de vídeo, milhares de fotografias e muitas páginas de texto. Um documento único sobre a forma como África recebeu o maior evento futebolístico do Mundo e como o futebol aproxima diferenças etnias, religiões e classes sociais.

Até lá Abaixo é muito mais que uma viagem, uma aventura
ou um périplo pelos campos de futebol improvisados em diversos cantos de África. É a constatação da ignorância que temos so-
bre as liberdades básicas e os direitos do ser humano e uma lenta aprendizagem sobre o Outro através da linguagem universal do futebol. Porque um dos maiores obstáculos à sensibilização dos mais favorecidos em relação aos dramas dos miseráveis é a falta de comunicação, de compreensão e de conhecimento de uma realidade que se lhes afigura longínqua, mas que se torna próxima quando partilham um objecto tão global como uma bola de futebol.

Às portas do Mundial’2014, este documentário faz ainda mais sentido. Assim, os jornalistas que empreenderam a viagem, juntamente com a produtora Droid id – Galactifiction, decidiram executar um trailer para exibir a estações de televisão, empresas e produtoras internacionais, procurando suscitar um interesse que lhes permita avançar para a edição final. O tempo de edição está estimado em 45/60 dias.
O documentário encontra-se na fase de pós produção.
A 1ª exibição será no dia 5 de Maio.

Jornalista
Tiago Carrasco, 31 anos, é jornalista e escritor, e trabalha desde 2009 como freelancer. Já publicou reportagens em publicações como o Expresso, a Sábado e o Sol, trabalhou na TVI e em programas da RTP e assinou dois livros: “Até Lá Abaixo”, de 2011, e “Estrada da Revolução”, de 2012. Em 2013, juntamente com João Henriques e João Fontes, venceu o Prémio Gazeta Multimédia.

Repórter de Imagem
João Fontes nasceu em Lisboa, em 1983, trabalha como repórter de imagem desde 2006 e já trabalhou em programas de entretenimento e informação para a RTP, SIC, TVI e TV Zimbo em Angola. Depois de realizar os projectos Até Lá Abaixo e Estrada da Revolução em 2010 e 2012, agora em documentário, trabalha actualmente como freelancer para a informação da SIC E SIC Notícias e na produção de novos documentários

Fotojornalista
João Henriques é fotógrafo e tem 29 anos. Tem disparado nas câmaras do jornal Público, das revistas Sábado e Playboy, da agência Associated Press e mais recentemente do jornal i. Frequentou o curso de fotografia do CENJOR e o de Ciências da Comunicação da Universidade Lusófona.

Editor Vídeo
António Forte é realizador e editor na Droid id. Colabora para diferentes produtoras em projetos de divulgação artística, videoclips e documentários desde 1990. Trabalhou em programas TV como Pop Off, Zero de Audiência, 86-60-86, EXD 2001, O Trabalho, Endereço Desconhecido, Marca Pessoal, Musicbox Clubdocs.

O documentário “Até Lá Abaixo” tem a autoria de Tiago Carrasco, João Fontes e João Henriques.

O título “Até Lá Abaixo” foi gentilmente cedido pela Oficina do Livro.
O livro “Até Lá Abaixo” foi editado em 2011

Email atelaabaixodoc@gmail.com